O PMO Ágil não é um tipo de PMO ou uma novíssima fórmula mágica que transforma o seu Escritório de Projetos em algo que resolva todos os problemas da sua organização, e por consequência os seus também.

O PMO Ágil é apenas uma característica que qualquer PMO pode ter, baseado em um Mindset Ágil que pode fazer parte de um PMO, independente deste ter um tipo específico ou uma atuação Corporativa ou Departamental, ou um foco estratégico, tático ou operacional.

O termo PMO Ágil traz um novo Mindset complementar para os PMOs, unindo a mentalidade de que um PMO é um prestador de serviço (PMO Value Ring) a mentalidade de agilidade (Manifesto Ágil, 2001).

Segundo a metodologia PMO Value Ring, um PMO prestador de serviço possui clientes, que por sua vez possuem necessidades e expectativas especificas, que precisam ser atendidas por funções do PMO através da geração de valor percebida através da entrega de benefícios para seus clientes. Esta mentalidade é totalmente aderente ao Agile, como veremos a seguir.

A agilidade foca nas pessoas e nos traz pensamentos e comportamentos que levam a busca pela priorização da satisfação de nossos clientes, por entregas adiantadas de valor com frequência e constância, pela excelência técnica e qualidade, pelo trabalho colaborativo e pela melhoria contínua através da identificação e eliminação de desperdícios em nossos produtos, processos, ferramentas e relacionamentos. Sendo este Mindset Ágil totalmente aderente a um PMO que busca ser eficiente e eficaz.

Deste modo, o PMO Ágil combina a sua atuação ideal de acordo com cada organização e necessidades de seus clientes a uma mentalidade ágil que traz benefícios a todas as estruturas e ambientes através das pessoas que participam das funções exercidas pelo PMO para entregar benefícios esperados aos clientes.

Como dito anteriormente, o termo PMO Ágil, não tem a pretensão de se classificar como um tipo de PMO, mas apenas uma característica que representa que o PMO em questão se preocupa com os pensamentos e comportamentos da agilidade, e por isso busca se adequar e ter um Mindset Ágil. Podemos dizer então que o “Ágil” que acompanha o acrônimo PMO representa que o PMO tem um Mindset Ágil, e não que este é o seu tipo.

Deste modo, qualquer PMO pode ser acompanhado do termo “Ágil”, desde que as pessoas que componham o time do PMO tenham um Mindset Ágil, pensem e se comportem em direção a manter uma conexão com a agilidade, e especialmente, quando for o caso, que contribuam para a promoção da agilidade em outras áreas que o PMO se relacione, influenciando ou impactando. Por outro lado, um PMO pode simplesmente não utilizar o termo “Ágil” em sua denominação e ter este mesmo Mindset Ágil em sua estrutura, pensamentos e ações, através de um time de gestores e colaboradores ágeis.

Em direção a este novo Mindset Ágil que pode se complementar a qualquer PMO, o Framework PMO Ágil orienta uma forma de levar este Mindset Ágil para os PMOs já existentes, ou que estão sendo criados, de modo a acelerar a sua conexão com outras áreas que praticam agilidade e para se adaptarem a esta nova mentalidade, que une entrega de valor percebido aos seus clientes, trabalho colaborativo, entregas adiantadas, eliminação de desperdícios e tem as pessoas como foco central de melhoria contínua e entrega de resultado.

Afim de falar sobre tudo isso Fábio Cruz, o autor do Guia do PMO Ágil e do livro PMO Ágil – Escritório Ágil de Gerenciamento de Projetos, se encontra com a Projetos e TI no próximo dia 8 de junho em um webinar as 20 horas. Venha participar deste bate papo.

Ainda dá tempo de participar, inscreva-se agora mesmo clicando aqui.